Dirigente nacional da CTB recebe o título de Mestre na arte do jiu-jítsu

O secretário de Políticas Institucionais da CTB, Joílson Cardoso, foi promovido, no último domingo (8), em cerimônia realizada no Rio de Janeiro, ao posto de Mestre em jiu-jítsu, arte marcial a que se dedica há mais de três décadas.

Ao conquistar esse feito, simbolizado pela faixa de cor vermelha e preta do sétimo grau (DAN) no jiu-jítsu, o dirigente nacional da CTB entrou para o seleto conselho dos mestres dessa arte marcial no Brasil, país reconhecido internacionalmente pelo desenvolvimento alcançado nesse esporte.

A cerimônia foi presidida pelo grão-mestre João Fernandes (faixa vermelha, nono grau), que também é vice-presidente da Federação Estadual de Jiu-Jítsu do Rio de Janeiro, entidade presidida pelo também mestre Carlos Gracie (da famosa família Gracie). Outros três mestres e dezenas de praticantes acompanharam a entrega da faixa para o novo mestre.

Ao longo de sua trajetória no esporte, Joílson Cardoso, que também tem formação em Educação Física, foi campeão brasileiro de jiu-jítsu e campeão carioca por diversas vezes. Ele se dedica à arte marcial desde os 13 anos e vê sua condecoração como o resultado de muita dedicação a uma prática que direcionou os rumos de sua vida.

“O jiu-jítsu teve uma papel fundamental na minha formação. A luta que travamos, na verdade, é em nosso interior, o adversário é interno. É preciso vencer a si próprio, dominar-se para enfrentar os obstáculos que aparecem”, afirmou o novo mestre.

O dirigente da CTB entende que a arte marcial teve um papel preponderante para toda uma geração. “Foi sem dúvida uma tábua de salvação para mim e para outras pessoas que, como eu, vindo do interior do Nordeste, chegaram muito cedo a uma cidade como o Rio de Janeiro. Sem dúvida toda essa trajetória me deu uma grande formação humanista, aprendi a respeitar o próximo fator importante em todas as atividades que exerci e exerço até hoje”, destacou.

Importância do esporte

Joílson Cardoso entende que a prática de alguma atividade física é fundamental para os trabalhadores. A partir de sua trajetória nas Artes Marciais, ele espera poder contribuir para que outros dirigentes sindicais encontrem no esporte um elemento que os ajudem na luta cotidiana por mais conquistas para a classe trabalhadora.

joilson_jiu2

“Fico feliz em ver que cada vez mais dirigentes sindicais têm conseguido conciliar suas agendas com a prática esportiva. Isso é de grande importância para a saúde e lazer, em todos os aspectos”, sustenta o dirigente da CTB.

Portal CTB

Compartilhar: