Dieese inicia processo seletivo para 1ª turma de seu curso de Ciências do Trabalho

Após cinco anos de trabalho, a Escola Dieese de Ciências do Trabalho foi credenciada pelo Ministério da Educação e Cultura e autorizada pelo Conselho Nacional de Educação a oferecer para toda a sociedade brasileira, em especial para os trabalhadores, o primeiro curso de Ciências do Trabalho do país.

O credenciamento foi divulgado no Diário Oficial de 21/10/2011 e, a partir desta data, teve início uma contagem de tempo para a implantação da Escola e do curso, que devem começar oficialmente a funcionar no segundo semestre de 2012, ou seja, a partir de agosto.

Diante dessa confirmação, o Dieese distribuiu um convite nesta semana, endereçado a entidades sindicais de todo o país, para participar do evento que marcará a abertura das inscrições para o processo seletivo da primeira turma do Bacharelado em Ciências do Trabalho, no próximo dia 22, na sede da Escola, em São Paulo, com a participação de sua Direção Executiva e de seu Conselho Político (representado pelas centrais sindicais).

“A participação das entidades sócias neste evento é muito importante, pois a Escola representa um antigo sonho do movimento sindical brasileiro, que, há quase 60 anos, criou o Dieese para ser o primeiro departamento da então chamada universidade do trabalhador”, destaca o convite. “Além de representar uma conquista, a Escola é uma construção conjunta de dirigentes sindicais e dos trabalhadores do Departamento, cujo projeto foi construído por meio de pesquisas, conversas, oficinas, debates. O sucesso da iniciativa dependerá desse mesmo sincronismo entre técnicos e dirigentes, presentes não somente na construção deste projeto, mas na história do Dieese”, diz o texto.

Segundo o Dieese, a Escola surge em um momento em que a conjuntura nacional e internacional tem colocado desafios e oportunidades crescentes à sociedade em geral, em particular aos trabalhadores. O momento é propício para se discutir as bases de um novo padrão de desenvolvimento nacional que combine crescimento econômico com valorização do trabalho, redução das desigualdades sociais e o respeito às condições ambientais. A agenda exige grande investimento na formulação de ideias e de pesquisa para responder aos inúmeros desafios que se colocam para a classe trabalhadora em especial.

A Direção Técnica e a equipe da Escola agendarão reuniões presenciais com as entidades sindicais, nos próximos meses, para discutir o projeto e a continuidade dele. Posteriormente serão realizados encontros nos demais estados. Os dirigentes que quiserem saber mais agora poderão procurar o Dieese para agendar as conversar antes. Há informações também no site http://escola.dieese.org.br.

O evento será realizado na próxima quinta-feira (22). A atividade será realizada na Rua Aurora, 957, Centro (São Paulo), às 11h.

Fonte: Dieese

Compartilhar: