12 de Maio – Dia Internacional da Enfermagem

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB – Paraná) saúda todos os enfermeiros e enfermeiras pelo Dia Internacional da Enfermagem. Data de muita homenagem e luta em prol desses profissionais.

Os profissionais da saúde, principalmente os envolvidos na enfermagem, estão sofrendo diariamente com a desvalorização, baixos salários, cargas horárias excessivas com as extras e plantões emendados para melhorar o pagamento, muitas reclamações com falta de materiais básicos como Equipamento de Proteção Individual (EPI), disponibilidade de veículos para levar suas coletas para laboratórios em outro endereço muitas vezes tendo que usar o próprio veículo, por exemplo, entre as mais diversas demandas.

Para todos descasos, a crise é agravado muito mais em tempo de pandemia COVID-19, onde uma doença ainda sem remédio, sem vacina, altamente contagiosa e mortal ameaça todos, principalmente os profissionais da saúde entre eles os enfermeiros e enfermeiras: ao se exporem no trabalho também expõem seus amigos e suas famílias.

Hoje a pandemia a principal ameaça é o COVID-19, mas quantas ameaças de doenças contagiosas que estes profissionais são expostos no seu cotidiano e ao se exporem também expõem seu círculo social.

A não bastar o perigo, ainda o governo de tempo em tempo ataca a saúde com cortes acima de cortes, quando a necessidade e a demanda só aumenta, e atacando diretamente os profissionais: cada vez menos e com custo cada vez menor por empregado. Para cada plantão dobrado que o profissional precisa fazer, seja para complementar a renda, ou seja a pressão de ter que ajudar o órgão da saúde, a população e a comunidade; é um profissional a menos no bolso do empregador, seja ele empresário ou governo.

“Pela prática e experiência que temos, vejo que a saúde está desamparada pelo próprio governo. Os profissionais de saúde fazem o que pode para atender a população, fazendo o que pode para as coisas não desencaminharem de vez. Hoje levei meu marido no posto de saúde e fui atendido bem. Tem coisas que está ao nosso alcance e tem muitas coisas que não está. Está faltando recursos humanos para cobrir essas coisas. Também os profissionais não são de ferro, são humanos, eles tem famílias, sentimentos, e muitas vezes precisam se isolar, se afastar ou nem podem, tendo que tomar muito mais cuidado, gerando desconforto no atendimento e mais estresse. Mas resumindo é isso: Os profissionais estão se doando muito mais para melhor atender a população e o governo fazendo cada vez menos a sua parte.” A aposentada que cedeu a entrevista não quis se identificar.

Enfim, hoje é o Dia Internacional da Enfermagem, dia 20 de maio é o dia Nacional do Técnico e Auxiliar de enfermagem. Independente das datas comemorativas nós da CTB, sindicatos e federações filiadas vamos ficar em cima sempre defendendo os trabalhadores e a saúde, o SUS, contra os ataques e os retrocessos do desgoverno, estaremos sempre em busca de um mundo melhor para todos e todas. Façam vocês também a sua parte: comentem como é o seu ambiente de trabalho e denuncie nos comentários os infortúnios que está acontecendo.

Até logo…

Compartilhar: