Desagravo à juíza Valdete Souto Severo

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), em reunião de sua direção Executiva Nacional, realizada no dia 24 de julho de 2020, decidiu subscrever a presente nota de desagravo e externar o seu integral apoio à Juíza do Trabalho, professora e jurista Dra Valdete Souto Severo que, pelo simples fato de haver manifestado seu pensamento em artigo publicado no sítio eletrônico “Democracia e Mundo do Trabalho em Debate”, no último dia 20 de julho, teve instaurado pedido de providências de ofício pelo Corregedor Nacional de Justiça.


A Juíza Valdete Severo dignifica o Poder Judiciário Trabalhista e o cerceamento que se pretende à sua liberdade de pensamento e expressão é motivo de grande preocupação na ambiência do Estado Democrático de Direito.


A judicatura não lhe retira o direito à plena cidadania e à livre expressão de seu pensamento como professora, jurista e cidadã.


A instauração de pedido de providências indica conduta persecutória, de cerceamento de liberdades e direitos individuais, que atinge a comunidade

Compartilhar: