Contra o golpe, manifestantes tomam a Paulista, em SP, e no Rio escracham Jair Bolsonaro

Neste domingo (24), pela manhã, ocorreu o Piquenique pela Democracia na avenida Paulista, em São Paulo, e à tarde, uma verdadeira multidão tomou a Paulista para gritar mais uma vez contra o golpe. O ato começou no vão do Masp.

Os manifestantes mais uma vez dizem “Fica Querida”, para a presidenta Dilma. De acordo com os manifestantes, ninguém vai ficar parado vendo Temer e Cunha tomarem o poder sem disputar a eleição em 2018, como manda a Constituição.

A proposta é intensificar as manifestações que começaram a acontecer, espontaneamente, em todo o país, após a fatídica votação no domingo (17), na Câmara dos Deputados.

Leia mais

Paulista ficou pequena na noite desta quinta (21) para ato espontâneo em defesa da democracia

Manifestantes fazem protesto em frente à casa de Temer em Brasília

“Mulheres Não Recatadas” protestam contra machismo da Veja

A norte-americana CNN também denuncia o golpe dos sem voto no Brasil. Assista!

O músico Evandro Fióti disse que o país “precisa dessa chacoalhada para ter noção das conquistas” e que a luta é para manter os avanços e dizer não ao retrocesso. “A gente viu depois de domingo que não tem como não se posicionar contra um congresso medieval que não nos representa, e o mais triste é saber que essas pessoas comandam o país. Depois de domingo acho que todos devem assumir a sua responsabilide e lutar como nossos pais lutaram na década de 1970 e 1980. É importante conversarmos com nossos pais, amigos, colegas de trabalho e esclarecê-los, porque a mídia mais uma vez está colocando o povo contra o povo”.

Rio de Janeiro

Também ocorreu escracho em frente à casa do deputado Jair Bolsonaro, na avenida Lucio Costa, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.  A proposta da juventude é não dar arrego aos golpistas até que aprendam a respeitar as urnas e o povo brasileiro.

Campinas

Um grupo de jovens reuniu-se na manhã deste domingo (24) em frente a casa do deputado Carlos Sampaio, em Campinas, interior de São Paulo. Sampaio é um dos maiores articuladores da ala tucana pelo golpe de Estado tramado pela direita, comandada pela família Marinho, dona da Rede Globo e por grupos econômicos estrangeiros.

Portal CTB com Redação da Tal, Jornalistas Livres e Mídia Ninja

Compartilhar: