Contra a vontade do governo, saiu a lista do trabalho escravo no Brasil; acesse agora

Apesar da imensa resistência do governo Temer, a lista do trabalho escravo no Brasil foi finalmente publicada nesta segunda-feira (13), atualizando o registro das empresas que submeterem seus trabalhadores a condições análogas à escravidão. O documento foi conseguido apenas por conta da Lei de Acesso à Informação, que força as entidades públicas a cederem documentos sob requisição formal.

Inicialmente, a lista abaixo foi cedido aos repórteres do portal Repórter Brasil, que é referência na cobertura do trabalho escravo contemporâneo. Coincidência ou não, o site saiu do ar pela maior parte da segunda-feira, pouco tempo depois de ter publicado os nomes e as informações das empresas condenadas.

Leia também: O governo Temer está dando sinais de que vai entrar em guerra com a Justiça do Trabalho

A publicação encerra uma novela em torno da lista. O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, tentou barrar pela Justiça a publicidade dos nomes, e chegou a recorrer ao Tribunal Superior do Trabalho para que a ocultação fosse permitida, depois de perder na primeira e na segunda instância. Nos dois momentos, a Justiça do Trabalho determinou a divulgação da lista.

A lista também pode ser acessada e baixada CLICANDO AQUI.

Por Renato Bazan – Portal CTB, com informações do Repórter Brasil

Compartilhar: