Congresso da UNE reunirá 10 mil em Goiânia para eleger nova diretoria

Estudantes de todo o país, escolhidos em eleições diretas nas suas universidades, preparam-se para ir a Goiânia, entre os dias 29 de maio e 2 de junho, participar do 53º Congresso da UNE (Conune). São esperados 10 mil jovens, incluindo delegados eleitos em 98% das instituições de ensino superior de todas as regiões do Brasil. O processo eleitoral envolveu quase 2 milhões de estudantes. Na capital de Goiás, será eleita a nova diretoria da UNE, incluindo sua presidência, assim como definidos os rumos e posicionamentos da entidade para os próximos dois anos.

O Congresso da UNE é o maior encontro da juventude brasileira. Durante os cinco dias, os delegados e observadores terão a oportunidade de debater e trocar opiniões sobre os rumos do país, avaliar as políticas públicas, a ação dos movimentos sociais, os avanços na área da educação, esporte, meio ambiente, direitos humanos e outros assuntos importantes do universo da juventude. O congresso é também uma grande celebração da diversidade entre estudantes de diversas regiões, com atividades culturais, shows, intervenções artísticas, trocas e vivências diárias.

As atividades do encontro serão concentradas em torno da tradicional Praça Universitária da capital goiana, principalmente na PUC-GO e na UFG.

Encontro de Prounistas

Nesse ano, a programação do 53º Congresso da UNE inclui o 3º Encontro Nacional de Estudantes Cotistas e Prounistas, que deve contar com a presença da presidenta Dilma Rouseff e do ministro da Educação Aloizio Mercadante. Com o aumento de adesão ao programa e a crescente democratização do ensino superior por meio de outras políticas de acesso, o movimento estudantil quer aproveitar a reunião das suas principais lideranças para debater com os estudantes de todo o país as demandas, pontos positivos, críticas e sugestões.

Comissão da Verdade da UNE

Outro ponto alto da programação será a apresentação do primeiro relatório de trabalho da Comissão da Verdade da UNE, que está investigando o caso do ex-presidente da entidade, o goiano Honestino Guimarães. Durante o Congresso, ter;a início o processo de anistia de Honestino e sua família receberá um novo atesto de óbito, reconhecendo a responsabilidade do Estado brasileiro por seu desaparecimento, tortura e morte.

Como funcionam as eleições de delegados

O processo eleitoral, que é realizado de forma direta com voto em urna, começou no mês de abril com a escolha dos delegados eleitos e que têm a responsabilidade de representar a sua universidade no 53º Congresso da UNE, principalmente, no momento da eleição da nova diretoria e presidência da entidade. Cerca de 98% das instituições de ensino brasileiras realizaram eleições, com a participação de cerca de 2 milhões de estudantes que elegeram 7 mil delegados em todo o território nacional.

Segundo o regimento, cada Diretório Central dos Estudantes (DCE) em cada universidade organiza o processo eleitoral dos delegados, que são eleitos na proporção de um para cada mil estudantes. As universidades que não possuem um DCE puderam cadastrar uma comissão de 10 estudantes que, após aprovada pela comissão eleitoral, está apta a realizar suas eleições e eleger seus delegados.

Como funciona o Congresso da UNE

Durante o Congresso, a nova diretoria da entidade é eleita, definindo os seus rumos para os próximos dois anos. Já foram presidentes da UNE e líderes do movimento estudantil, nomes importantes na história brasileira como Honestino Guimarães, José Serra, Aldo Arantes, Aldo Rebelo, Lindberg Farias, Franklin Martins e Orlando Silva Jr.

A eleição da UNE é realizada de forma congressual, semelhante ao que ocorre em outras entidades como OAB, CUT e CNBB. As chapas se organizam em teses que são apresentadas, discutidas e eleitas na plenária final do Congresso, no último dia do encontro. Nesse momento são votadas as propostas consensuais, divergentes e, por fim, os estudantes elegem o novo presidente e a composição da diretoria para os próximos.

A diretoria é composta proporcionalmente na medida exata dos votos que cada chapa obteve na votação. Além dos delegados (estudantes eleitos nas universidades), podem participar do congresso observadores credenciados. Saiba como abaixo.

Como participar

Para os estudantes que ainda querem participar como observadores do 53º Congresso da UNE basta preencher as suas informações no formulário online disponível em www.une.org.br. É necessário gerar o boleto bancário e pagar a taxa de inscrição. Atenção para a importância desse documento, que deverá ser apresentado no momento do credenciamento. Guarde o seu boleto!

A taxa de inscrições, para todos os participantes, é de R$ 75 até o dia 24 de maio. Nos dias do evento, passará a custar R$ 125. Está incluso nessa taxa o direito à alojamento, transporte em Goiânia e alimentação durante os quatro dias.

Mais informações: www.une.org.br

Compartilhar: