Compromiso pelo desenvolvimento e emprego reúne CNI e centrais

Dirigentes das centrais sindicais (CTB, CUT, Força Sindical, UGT, Nova Central e CSB) estiveram reunidos em Brasília nesta quinta-feira (11) com lideranças da Confederação Nacional da Indústria (CNI) para debater o “Compromisso pelo desenvolvimento e emprego”.

Na opinião do metalúrgico Assis Melo, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e da Direção Nacional da CTB, “foi uma reunião positiva, na qual defendemos a visão da classe trabalhadora sobre o desenvolvimento, que é fruto sobretudo do esforço, do trabalho e da inteligência dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiras”.

Ele ressaltou que o movimento sindical desempenhou e desempenha relevante papel na luta pelo desenvolvimento nacional, que pressupõe o fortalecimento da indústria. “Lutamos pelos interesses nacionais na exploração do pré-sal, pelo resgate da indústria naval, pelo conteúdo local, pela engenharia nacional”.

“Continuamos lutando pelo desenvolvimento nacional com valorização do trabalho, soberania e democracia, sabemos que isto corresponde aos interesses da classe trabalhadora e da nação brasileira. Mas temos consciência que isto exige mudanças, se continuarmos pelo caminho que o governo Bolsonaro está impondo o Brasil vai voltar à condição de colônia”.

Os representantes das centrais sindicais destacaram a necessidade de fortalecimento das entidades sindicais e valorização da negociação coletiva, também essenciais ao desenvolvimento, ambas enfraquecidas pela reforma trabalhista de Temer e ainda mais atacadas pelo governo da extrema direita. Também foi enfatizada a defesa de maiores investimentos na educação e formação da classe trabalhadora, hoje um pressuposto para o avanço da produtividade do trabalho e da competitividade da economia brasileira.

Compartilhar: