Com presença de Lula, Frente Brasil Popular convoca grande ato em São Paulo no dia 9 de abril

A coordenação da Frente Brasil Popular reuniu-se na sede nacional da CTB, em São Paulo, na sexta-feira (1) para definir os próximos passos da jornada de luta pela democracia. Na opinião dos organizadores, a avaliação do ato do dia 31 de março  foi positiva, devido à grande adesão dos movimentos sociais e alcance na sociedade. Para os coordenadores, a mobiização cumpriu seu papel de denunciar o golpe arquitetado pelos reacionários.

O principal ponto de articulação foi a preparação da Assembleia Popular em Defesa da Democracia e Contra o Golpe, no próximo dia 09 de abril (sábado). A proposta é ocupar o Vale do Anhangabaú com eventos culturais e aulas públicas. A expectativa é reunir mais de 100 mil pessoas. Embora o ex-presidente Lula tenha presença confirmada para o evento, os coordenadores da Frente cogitam a possibilidade trazer também a presidenta Dilma Rousseff. 

Para o presidente da CTB-SP, Onofre Gonçalves, o ato de São Paulo desta quinta-feira (31) se destacou ao superar o público esperado. “A gente achou que seria um ato pequeno, acabou sendo um ato de mais de 50 mil pessoas, só em Sã Paulo. No Vale do Anhangabaú, nós pretendemos colocar 100 mil pessoas com a participação do presidente Lula. Estamos fazendo também um convite para a presidenta Dilma, para que a gente possa manter a ofensiva contra o golpe”, afirmou Gonçalves, ao completar que os dirignetes analisam a possibidade de construir um documento unitário, que  deve ser aprovado nessa Assembleia”, sugeriu.

Sobre os objetivos da mobilização, Onofre disse acreditar que “avançamos muito”. “O povo brasileiro já enxergou o golpe, e mesmo as pessoas que acham que o governo tem problemas defendem a democracia. Isso é fundamental. Com a mobilização do dia 31, o governo ganhou um grande fôlego, e o povo brasileiro entendeu o que está por trás disso”, concluiu.

Renato Bazan – Portal CTB

Compartilhar: