Com os votos de Celso de Mello e Cármen Lúcia, o STF julga hoje legalidade da terceirização. Assista!

Termina hoje no Supremo Tribunal Federal (STF) o julgamento de dois processos que tratam da terceirização geral e irrestrita.

O ministro Celso de Mello está, neste momento, proferindo uma análise dos casos sob análise na corte.

Ele iniciou sua fala destacando os valores sociais do trabalho, o acesso à existência digna e a preservação da dignidade humana – e enfatizou que cabe ao estado garantir a vigilância destes valores.

No entanto, classificou como “perfeitamente legítima” a terceirização das atividades-fim. A presidenta da casa, ministra Cármen Lúcia, dará o último voto, encerrando o julgamento. 

Acompanhe:

Compartilhar: