Bolsonaro muda mais uma vez: Privatizo, mas nem tudo!

Sob forte campanha de desconstrução, o candidato do PSL, jair Bolsonaro, que caiu nas graças do bispo Edir Macedo, dono da Record e de olho em ultrapassar a Rede Globo, negou as privatizações e disse que não vender quase nada.

“Privatizar alguma coisa, não é tudo, vamos preservar aqui o setor elétrico, Furnas, Banco do Brasil e Caixa Econômica”, disse. “A Petrobras eu acho que tem que ser preservada o miolo dela. A questão de refinaria, refino, acho que você pode partir paulatinamente para privatizações”, afirmou ele.

Bolsonaro confirmou, ainda, que será liberado pelos médicos na semana que vem para participar de eventos de campanha, e que estará disponível para comparecer a dois debates com seu adversário no segundo turno, Fernando Haddad, do PT.

Jornal CTB – Com informações das agências

Compartilhar: