Bancada feminina lança na Câmara campanha contra violência

As bancadas femininas da Câmara e do Senado, a ONG Ações em Gênero, Cidadania e Desenvolvimento (Agende) e a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres lançam nesta quarta-feira (18) às 15 horas, no Salão Nobre da Câmara, a campanha "16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres".

A campanha é desenvolvida no Brasil por meio de uma rede de parcerias nacionais, estaduais e municipais. Neste ano, a mobilização nacional é focada nas chamadas violências "sutis" – atos de violência moral, psicológica e de controle econômico, entre outros, considerados "normais" ou "naturais" pelo fato de estarem arraigados na sociedade e de não serem claramente percebidos como violência pelas próprias mulheres.

A mobilização será promovida em todo o Brasil dos dias 20 de novembro a 10 de dezembro, e em mais 158 países de 25 de novembro a 10 de dezembro.

Números
Uma pesquisa do Data Senado, feita neste ano, aponta que 62% das entrevistadas disseram conhecer mulheres que já sofreram violência doméstica e familiar. Entre os tipos de violência sofrida, as mais citadas foram a física (55%), a moral (16%) e a psicológica (15%). De acordo com um levantamento promovido em 2002 pela Fundação Perseu Abramo, no Brasil a cada 15 segundos uma mulher é espancada pelo marido ou companheiro.

Devem participar do lançamento da campanha a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) e a senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), além de representantes de ONGs ligadas aos direitos das mulheres e do Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem).

Agência Câmara

Compartilhar: