Mulheres levam o Fora Bolsonaro para as ruas do Rio de Janeiro em grande carreata

Da Redação. Foto: Nando Neves

Bicicletas e carros com mulheres firmes na direção lotaram as ruas do Rio de Janeiro pela manhã deste domingo (7) para mostrar que o Dia Internacional da Mulher – 8 de março – é de luta. Nas ruas pela vida das mulheres e contra a privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro, fez ecoar na capital fluminense o grito preso na garganta da maioria das brasileiras e brasileiros: Fora Bolsonaro.

“Foi emocionante ver a adesão da população, que não aguenta mais o desrespeito que o atual presidente tem para com o país, para com as mulheres, enfim para com todas as pessoas que desejam o fim das mortes por causa da incompetência de um governo que despreza a vida”, afirma Kátia Branco, secretária da Mulher da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras, seção do Rio de Janeiro (CTB-RJ).

A carreata foi organizada por mais de 100 entidades, que juntas fazem valer o grito de esperança neste 8 de março de 2021, na Cidade Maravilhosa. A programação é extensa e vai até o domingo (14), para marcar os 3 anos do assassinato de Marielle Franco, “sem que saibamos ainda quem mandou matar Marielle”, revolta-se Kátia.

“Nossa luta é pela vida das mulheres, pela vacinação imediata de toda a população, em defesa do SUS (Sistema Único de Saúde), pelo pagamento do auxílio emergencial, de pelo menos R$ 600, para garantir as medidas de isolamento social tão necessárias nesse momento de colapso do sistema de saúde”, acentua a sindicalista.

As cariocas continuam nas redes e nas ruas contra a falta de atitude do governo federal e contra a falta de políticas públicas a favor da vida das mulheres e do povo pobre. “Neste momento é essencial correr com a vacinação e criar medidas para superação da crise econômica, sem onerar a classe trabalhadora”, reforça. “Trabalho, renda e direitos para a vida melhorar para todo mundo”.

Compartilhar: