CTB e Ministério das Mulheres avançam com propostas para a igualdade e valorização da mulher trabalhadora

Foto: Divulgação-CTB.

Na última segunda (15) e quinta (17), a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), participou da reunião do Ministério das Mulheres com o Fórum Nacional de Mulheres Trabalhadoras das Centrais Sindicais (FNMT-CS).  A Central foi representada pela secretária da Mulher Trabalhadora, Celina Arêas e pela secretária nacional de Formação, Eremi Melo.

“Debatemos a proposta de ampliação das pautas da mulher trabalhadora, e pegamos dois pontos principais que é o cumprimento e fiscalização da lei de igualdade salarial, porque ela foi sancionada em julho, e nós precisamos ter formas de fiscalizar o cumprimento dela. A lei de igualdade salarial vem desde 1943 nós conseguimos colocar isso na nossa Constituição Federal de 88, mas infelizmente ela não é realidade”, disse Celina Arêas.

Outros tópicos relevantes incluíram a aprovação da Convenção 156, que aborda a partilha de responsabilidades familiares, ressaltando a relevância da família como pilar da sociedade; a adesão à convenção 190, que trata da erradicação da violência e do assédio no ambiente de trabalho.

 Além disso, foi lançado o projeto com o intuito de fomentar a capacitação e organização de líderes sindicais do gênero feminino, visando aprimorar sua atuação: tanto na estrutura sindical, no mercado de trabalho, na participação política e na formulação de políticas públicas, especialmente nos processos de negociações coletivas. Essa iniciativa é conduzida conjuntamente pela Secretaria Nacional de Autonomia Econômica e Política de Cuidados do Ministério das Mulheres, juntamente com FNMT-CS e o DIEESE, em busca de uma cooperação unificada.

Compartilhar:

Conteúdo Relacionado