Trabalhadores aprovam acordo negociado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari

Os trabalhadores da Sodecia Planta 2 aprovaram nesta quinta-feira (15), em assembleia realizada em frente à empresa, o acordo do PDI (Plano de Demissão Incentivada), negociado pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari com mediação da Superintendência Regional do Trabalho.

O acordo representa uma grande vitória para os 168 funcionários, que aguardavam ansiosos por um desfecho favorável nas negociações referentes às indenizações, tendo em vista a resistência das empresas de autopeças fora do Complexo Ford em negociar com o Sindicato.

Por isso, o acordo com a Sodecia Planta 2, em meio à ação civil pública movida pelo Sindicato contra essas empresas, significa um ganho gigantesco. Além de garantir o direito às indenizações, pode representar também a abertura do diálogo com as outras empresas que continuam resistentes em negociar, como a Magna Cosma, Magna Seating, Sian e Tenneco.

O acordo de PDI com a Sodecia Planta 2 tem as mesmas premissas do que foi negociado com o Complexo Ford, após o anúncio do fechamento da montadora em Camaçari, no início deste ano.

A partir da assinatura do acordo com o Sindicato, a Sodecia abre prazo de 15 dias para que o trabalhador faça a adesão ao PDI.

O Sindicato vai continuar determinado em expandir o PDI para as outras empresas de autopeças, utilizando de todas as formas possíveis, inclusive no campo judicial, para assegurar os mesmos direitos para todos os trabalhadores do setor.

Desde o fechamento da Ford em Camaçari, o Sindicato tem trabalhado dia e noite para garantir os direitos e as indenizações aos trabalhadores, seja dentro ou fora do Complexo Ford. Agora, sobretudo nas empresas satélites, onde ainda não foi possível fechar acordo por culpa dessas empresas, os dirigentes sindicais vão continuar firmes neste objetivo.

O Sindicato também mantém firme a luta na busca por novas empresas que possam ocupar o complexo industrial deixado pela Ford e reestruturar o setor em Camaçari, recuperando os milhares de empregos que a saída da montadora provocou no município e na Região Metropolitana. A ideia é atrair novas empresas interessadas, para resgatar os empregos e a dignidade dos trabalhadores. Enquanto isso não é possível, o Sindicato permanece determinado em garantir as indenizações às quais os trabalhadores metalúrgicos têm direito.

PRINCIPAIS PREMISSAS BÁSICAS DO ACORDO DE PDI NA SODECIA PLANTA 2:

  • Mensalistas operacionais

2,05 salários por ano trabalhado com garantia de valor mínimo a receber de R$ 52.000,00

Valores adicionais
Quem receber até:

R$ 52.000,00 – s/ valor adicional

De R$ 52.000,00 a R$ 60.000,00 adicionar ao valor calculado mais R$ 8.000,00

Acima de R$ 60.000,00 – adicionar ao valor calculado mais R$ 12.000,00
—————————————-

  • Para os trabalhadores com restrição médica ocupacional com benefício previdenciário B-94 com tempo de empresa:

De 0 a 10 anos 11meses e 29 dias – adicionar ao valor mais R$ 150.000,00

De 11 a 20 anos 11meses e 29 dias – adicionar ao valor mais R$ 110.000,00

Acima de 21 anos – adicionar ao valor mais R$ 70.000,00
———————————————–

  • Mensalistas Administrativos

1,0 salário por ano trabalhado com garantia do valor mínimo de R$ 52.000,00
———————————————–

  • Para todos os trabalhadores que optarem ao PDI

Adesão Individual

Quitação plena do contrato de trabalho, exceto os processos trabalhistas coletivos, individuais ou plurimos, com decisão final de mérito transitado em julgado.

Fonte:

Compartilhar: