Metroviários realizam ato público em defesa dos direitos, nesta quarta em São Paulo

Os metroviários realizam nesta quarta-feira (2) em São Paulo um ato público em defesa dos seus direitos e da sede do Sindicato, alvos de ataques do governo Doria e da direção do Metrô. A manifestação ocorrerá antes do julgamento do Dissídio Coletivo da categoria pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), que deve ser iniciado às 14 horas.

Os coordenadores do ato darão uma entrevista coletiva às 11 horas para explicar as razões do protesto e denunciar a conduta do governo Doria, marcada pela intransigência e hostilidade com os trabalhadores e seu Sindicato, cuja sede foi leiloada na última sexta-feira pelo tucano.

Os metroviários realizaram uma greve de 24 horas no dia 19 que surpreendeu as próprias lideranças sindicais pela alto nível de adesão ao movimento, o que revelou a crescente indignação da categoria com a orientação anti-trabalhista e as práticas antissindicais de João Doria.

Ele e a direção do Metrô querem arrochar ainda mais os salários e subtrair direitos conquistados pelos funcionários da empresa ao longo de décadas de luta. Confira abaixo o release distribuído pela Secretaria de Comunicação do Sindicato dos Metroviários.

Compartilhar: