Chapa da CTB é reeleita no Sindicato dos Metalúrgicos de Lavras

Em uma demonstração de confiança no trabalho que vem sido realizado pelo Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Lavras, os trabalhadores reelegeram a Chapa 1 “Experiência com Ação e Luta” para a condução da entidade nos próximos quatro anos. A chapa, apoiada pela CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) e pela Fitmetal (Federação Interestadual dos Metalúrgicos e Metalúrgicas do Brasil), teve 99% dos votos favoráveis na eleição ocorrida nos dias 23 e 24 de março.

O presidente eleito, Ednei Venâncio Raymundo, afirmou que vai dar continuidade ao trabalho que já vem sendo desenvolvido pelo então presidente Maurício Geraldo de Azevedo. “Acredito no trabalho de todos os presidentes que passaram. Assumo agora, junto com todos os dirigentes, com o objetivo de fazer prevalecer o direito de luta de toda a categoria”. 

“A Chapa 1 honra as tradições classistas da CTB, sempre na defesa da melhoria da vida do povo”, afirmou a presidente da CTB Minas, Valéria Morato. Para ela, a atuação da direção do Sindicato comprova que é possível defender os metalúrgicos e metalúrgicas, apesar de todos os ataques à classe trabalhadora. “Parabenizo a direção reeleita e tenho certeza da seriedade e do compromisso de Ednei na condução do Sindicato e na luta pela conquista e manutenção de direitos”.

A CTB e a Fitmetal foram representadas, na eleição, por Andreia Diniz, secretária de Relações Institucionais da CTB Minas e secretária de Comunicação da Fitmetal. Ela ressaltou a quantidade de associados que votaram – 85% –  e a importância dos trabalhadores participarem da vida do sindicato. “É com muita satisfação que testemunhamos esse processo, principalmente a vontade da categoria expressa nessa participação. É uma demonstração de confiança nessa diretoria”.

O Sindicato será conduzido até dia 10 de julho pelo atual presidente, Maurício. Ele agradeceu o apoio recebido de diversas entidades sindicais na campanha e na eleição. “O trabalho coletivo e a união é que vão levar os trabalhadores a conquistar uma vida mais justa e mais igual para todos”, afirmou.

Acompanharam o processo eleitoral o Sinpro Minas (Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais), o Sindicato Metabase de Poços de Caldas (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Extrativas Minerais de Poços de Caldas e Região), o Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Região, o Sitesemg (Sindicato dos Trabalhadores em Entidades Sindicais do Estado de Minas Gerais) e o Sinjus (Sindicato dos Servidores da Justiça de 2ª Instância do Estado de Minas Gerais). O processo eleitoral foi presidido por Soraya Abuid, dirigente da CTB.

Compartilhar: