Salve o Dia Nacional do Aposentado

Por força da Lei Federal nº 6.926, de 1981, o dia 24 de janeiro é dedicado a homenagear os aposentados e pensionistas brasileiros.

Homenagem merecida, eis que a aposentadoria é um dos direitos sociais mais difíceis de serem conquistados. A aposentadoria exige da trabalhadora e do trabalhador muitas décadas de contribuição compulsória para o instituto de previdência.

Merecida também porque é o trabalho, e somente ele, que transforma a realidade. Que faz uma nação grande, forte e potência mundial, como o Brasil.

Aposentados, pensionistas e também os idosos são aqueles que deram a vida pela família, pelo trabalho e pelo país. Devem receber todo o respeito, preferência, cuidados e reconhecimento. A aposentadoria deve ter um valor justo e jamais os valores mínimos e cada vez menores pagos pelo governo.

O governo de Jair Bolsonaro mente ao dizer que a Previdência Social tem “rombo”. Nunca faltou dinheiro. O que tem demais é corrupção e desvio do dinheiro dos trabalhadores.

Mesmo com toda dificuldade e baixos ‘salários’, os aposentados assumem mais e mais o papel de arrimos de família. Ajudam a sustentar e criar filhos e netos que não encontram emprego. Situação agravada na pandemia, com tanta fome, inflação, desemprego e desesperança para milhões de pessoas.

A CTB exige dignidade e respeito a todos os aposentados, pensionistas e idosos do Brasil. Nenhum direito a menos!

Belo Horizonte, 24 de janeiro de 2022.

Secretaria de Assuntos Previdenciários e dos Aposentados da CTB Minas Gerais

Compartilhar: