Maia diz que impeachment de Bolsonaro tem que ser analisado ‘com paciência’

Com 25 pedidos de afastamento de Jair Bolsonaro protocolados na Câmara e após uma cobrança do ministro do STF Celso de Mello, o presidente da Casa fala em não ter pressa. “O açodamento e a pressa vão ajudar a questão do coronavírus ter contornos mais graves no impacto da vida da sociedade brasileira”, afirmou Rodrigo Maia (DEM-RJ) nesta segunda-feira, 27.

Acrescentou que a abertura de processos de impeachment contra Jair Bolsonaro precisa ser analisada “com paciência”.

“A gente precisa ter paciência e equilíbrio e não ter açodamento, porque o açodamento e a pressa, nesses temas, vão ajudar a questão do coronavírus ter contornos mais graves no impacto da vida da sociedade brasileira”, disse Maia.

“Quando você trata de tema como impeachment eu sou um juiz, não posso ficar comentando temas dos quais a decisão é minha de forma independente. Já passei por isso no governo do presidente Michel Temer (MDB) e com paciência e equilíbrio a gente superou esse período”, disse o deputado.

Há ao menos 25 pedidos protocolados. Nesta segunda-feira, o PSB deve protocolar um novo pedido para afastar Jair Bolsonaro do cargo.

Fonte: 247

Compartilhar: