Morre em São Paulo o Padre Ticão, referência religiosa na luta social

Faleceu nesta sexta-feira (1) o padre Antonio Lui Marchioni, conhecido como padre Ticão, lideranca religioso que fez sua trajetória ao lado dos movimentos sociais e da população da Zona Leste de São Paulo. Nascido em Urupês, interior de São Paulo, Ticão era pároco da Paróquia de São Francisco de Assis, em Ermelino Matarazzo, e chegou a São Paulo nos anos 70. O religioso criou um curso do uso medicinal da maconha.

Confira comunicado da Diocese de São Miguel Paulista:

Informamos o FALECIMENTO do nosso querido PADRE ANTONIO LUIZ MARCHIONI (PE. TICÃO), que era pároco da Paróquia de São Francisco de Assis, do setor Ermelino Matarazzo. Pe. Ticão estava com 68 anos de idade, dos quais 42 como sacerdote. Logo mais informaremos questões relacionadas à velório (se houver!) e sepultamento. Pe. Ticão foi internado na quarta-feira, no Hospital Santa Marcelina, quando foi diagnosticado com água no pulmão. Hoje, teve uma parada cardíaca e não resistiu. Rezemos pelo descanso deste nosso irmão que, por tantos anos, se dedicou às necessidades do nosso povo. Descanso eterno dai-lhe, Senhor, e a luz perpétua o ilumine!

Compartilhar: