TRT confirma cassação de ex-presidente do SINDECOMAR

Na última quinta-feira (15), uma audiência do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT-8), que compreende o Pará, confirmou a cassação em caráter definitivo do ex-presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio do Município de Marabá e Sul do Pará (SINDECOMAR), Márcio Alves de Jesus. 

Ele havia sido afastado por 30 dias em outubro de 2021, quando membros do Sindicato descobriram as irregularidades cometidas em seu mandato. Em janeiro de 2022, Márcio foi afastado novamente — desta vez, por 60 dias — e retirado do quadro associativo do SINDECOMAR, após decisão em assembleia pelos trabalhadores. 

Segundo a denúncia do Sindicato, acatada pelo TRT, o ex-presidente transferiu cerca de R$416 mil da conta da entidade para sua conta pessoal e adquiriu um veículo com recursos do sindicato em seu nome. Além disso, Márcio também respondeu processo administrativo por irregularidades em uma contratação. 

Com a decisão da Justiça, o SINDECOMAR se prepara agora para uma nova fase. A atual presidenta, Tâmara Rodrigues, comenta os próximos passos de sua gestão: “Pretendemos trabalhar com transparência e ampliar a nossa comunicação, estando o mais próximo possível da categoria. Nós queremos fazer a diferença reconstruindo o sindicato”.

Leia o comunicado do SINDECOMAR:

Compartilhar: