Sintrahg entra na união para estabelecer um Instituto Federal de Educação em Gramado

Foto: Sintrahg

O Sindicato dos Trabalhadores em Hotelaria e Gastronomia de Gramado (Sintrahg), participou de uma solenidade na Câmara Municipal de Gramado, na última segunda-feira (5), que aderiu o Sintrahg à união de forças pela implantação de uma Unidade de Educação Profissional, UEP, do Instituto Federal de Educação (IF) em Gramado.

O presidente do Sintrahg, Rodrigo Callais, destacou a importância do IF. “A formação profissional é decisiva para o nosso futuro e o desenvolvimento de Gramado. Por isso é importante que o nosso sindicato, o principal no âmbito dos trabalhadores do município, esteja fazendo parte da união de esforços para que tenhamos o Instituto federal de educação aqui. Isso é fundamental para que nós, trabalhadores e trabalhadoras, e os nossos filhos, tenhamos mais oportunidades, direitos e salários melhores. O presente e o futuro de Gramado passam pelo investimento em formação profissional”, disse.

Na oportunidade, Callais fez a entrega de um documento ao presidente da Câmara de Vereadores, Celso Fioreze, no qual o Sintrahg elencou conjunto de razões para reforçar a iniciativa. “É preciso unir Gramado em torno dessa pauta”, reforçou.

No documento, é citada a perspectiva de crescimento do segmento do turismo em Gramado.
“Considerando que existe a projeção de crescimento de 2.702 quartos, totalizando 9.177 leitos até 2027, para Gramado e, ainda, a projeção de que no setor do turismo serão gerados mais de 5 mil empregos até 2027, em nossa região. (..) que nossa categoria já conta com mais de 6.500 profissionais, muitos deles vindos de outras regiões do estado e do país, muitos sem experiência nas profissões relacionadas ao turismo e hospitalidade, (…) a projeção citada de aumento de demanda por mão de obra vai acarretar num crescimento populacional e certamente a maioria destas pessoas irá buscar emprego no setor do turismo, principal atividade econômica da região”.

E segue: “Nesse sentido os cursos profissionalizantes têm uma grande importância para o mercado de trabalho, uma vez que preparam profissionais para atuarem em áreas específicas como tecnologia, gastronomia, hotelaria, entre outras. (…) Aliás, é uma opção excelente para jovens trabalhadores em sua diversidade e busca de qualificação, primeiro trabalho ou novas oportunidades. Sem dúvidas, os cursos profissionalizantes podem ser uma das soluções para a carência de mão de obra”.

Além de Callais, esteve presente pelo Sintrahg o diretor Silvano. Já os vereadores presentes foram Rosi Ecker Schmitt, Rodrigo Paim, Neri da Farmácia, Joel da Silva Reis
Roberto Cavallin, Renan Sartori, Professor Daniel, Cícero Altreiter e o já citado presidente do legislativo, Celso Fioreze.

Compartilhar: