Emoção e representatividade marcam ato dos 90 anos do Sindicomerciários Caxias, no Rio Grande do Sul

Mais de 120 pessoas, entre lideranças sindicais e políticas estiveram presentes no ato que marcou os 90 anos do Sindicomerciários Caxias, no Rio Grande do Sul. O evento ocorreu nesta quarta-feira (11), no auditório da nova sede social da entidade, exatamente na data de fundação do Sindicato, ocorrida em maio de 1932.

O evento, que foi carregado de emoção do início ao fim, também teve o lançamento de uma revista comemorativa contando a história da entidade, exposição fotográfica com imagens representativas das lutas da categoria comerciária caxiense e dois vídeos: um institucional sobre a trajetória e o outro com resumo dos serviços que o Sindicomerciários Caxias realiza em prol da categoria e dos associados e associadas.

Representatividade

A programação iniciou com um café da manhã especial para os convidados; logo após teve início o ato comemorativo. Chamou a atenção a presença de representantes da maioria dos Sindicatos da região da serra no evento, além da representação da Prefeitura de Caxias, da Câmara de Vereadores, imprensa e dos sindicatos patronais dos setores lojista e de mercados.

O representante da Prefeitura Municipal, Jair Zauza, Coordenador do Procon, ressaltou a importância do sindicato na formação da consciência e organização das lutas da categoria no município. “Nessa trajetória, o Sindicato sempre contou com líderes que construíram, com esforço e coragem, uma história sólida no sindicalismo, com ênfase na renovação de lideranças, participação de jovens e mulheres à frente da categoria”, assinalou.

Jair Zauza – Coordenador do Procon, representando a Prefeitura Municipal de Caxias do Sul

Já a vereadora Denise Pessoa (PT), presidenta da Câmara Municipal de Vereadores, saudou os 90 anos do Sindicato e chamou a atenção para a gravidade do momento que está passando o Brasil e o papel decisivo das organizações sociais e sindicais para enfrentar isso. “Quem mais está sofrendo as consequências dessa política nefasta do governo são os trabalhadores e as trabalhadoras. Por isso, esse é um momento que exige de nós uma grande unidade. Fiz questão de vir neste ato, como Presidenta da Câmara de Vereadores porque a história do Sindicomerciários nos orgulha”, disse.

Denise Pessoa – Presidenta da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul

Denise informou que haverá, no dia 31 de maio, uma Sessão Solene na Câmara de Vereadores para homenagear o Sindicato.

Luta e capacidade de diálogo

Outra presença importante no ato foi do representante do Ministério do Trabalho e Emprego, Vanius Corte. Ele parabenizou as direções passadas e a atual do Sindicato. Ele lembrou que fora comerciário na juventude, antes da carreira como servidor público.

Vanius Corte – Ministério do Trabalho e Emprego

Vanius destacou a luta, assim como o papel social e a capacidade de diálogo que caracterizam o trabalho do Sindicomerciários Caxias. Acentuou, ao final de sua fala, a importância das lutas imediatas e futuras para a recuperação de direitos e da força das entidades sindicais no país.

O deputado estadual Pepe Vargas (PT) também trouxe o seu abraço ao Sindicomerciários Caxias. Na sua fala chamou a atenção para a centralidade da luta política neste ano.“É preciso derrotar o fascismo e tirar do poder o governo desastroso de Bolsonaro”.

Pepe Vargas – Deputado Estadual

A representante da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio, CNTC, Rosane Simon, ressaltou a resistência do movimento sindical diante do negacionismo do governo Bolsonaro quanto à pandemia, esta que causou a perda de mais de 660 mil vidas no Brasil e que impactou de forma muito contundente na vida dos trabalhadores e trabalhadoras. “Essa conduta foi um crime do atual governo federal”. Ela parabenizou o Sindicomerciários Caxias pela sua trajetória e por estar na linha de frente em defesa da vida.

Rosane Simon – Representante da CNTC

“Orgulho, para nós, é a felicidade do nosso povo”

Uma presença muito especial e simbólica no evento foi do presidente nacional da CTB, Adilson Araújo. Na sua fala, iniciou destacando a importância da conquista da nova sede do Sindicomerciários Caxias, inaugurada em 2020, e fez referência ao que isso significa para a classe: é uma casa do trabalhador e da trabalhadora. “Aqui eu me sinto em casa”, disse.

Sobre o papel atual dos sindicatos, o presidente da CTB fez questão de assinalar a existência do movimento sindical como uma necessidade essencial à democracia e aos avanços da sociedade. Também defendeu a unicidade sindical diante dos ataques sofridos nos últimos anos. “Este ato aqui é prova disso (da necessidade dos sindicatos), enquanto houver a contradição entre capital e trabalho, haverá razão para o sindicato existir”.

Adilson Araújo – Presidente nacional da CTB

Ao citar os desafios do presente e do futuro, com as novas tecnologias – estas já muito presentes no setor do comércio, Araújo disse que os trabalhadores estão atentos e preparados. “Nós queremos a tecnologia para servir à sociedade, servir ao bem. Para garantir emprego. Para dar estabilidade e produzir humanidade”.

Araújo também fez uma síntese dos maiores desafios para a classe trabalhadora neste momento e chamou a atenção sobre a necessidade de priorizar a luta política para derrotar o projeto do atual governo que vem destruindo a nação e os direitos trabalhistas como nenhum outro na história. “Tudo o que este governo tem feito é arar a terra para o neo-colonialismo”.

Eleger representantes da classe trabalhadora

Outra questão levantada por Araújo foi a necessidade de eleger representantes dos trabalhadores para o Congresso Nacional, pois não adianta, segundo ele, mudar o rumo do executivo somente. “A gente sabe que o candidato mais preparado, que tem condições de ganhar e por um fim nesse desastre que vive o país é o Lula. Mas se elegermos só o Lula, essa conta não fecha. Sindicato vai ter que pedir voto. Quem são os candidatos e as candidatas a deputados vinculados à classe trabalhadora?”, provocou. “Orgulho, para nós, é a felicidade do nosso povo”, e isso, segundo ele, passa pela eleição de outubro, que será decisiva para o futuro do povo brasileiro e dos trabalhadores e trabalhadoras.

Homenagens

Diversas lideranças presentes cumprimentaram a direção do Sindicomerciários pelos seus 90 anos. Em um momento da solenidade, foi feita entrega de placas comemorativas. Entre elas da CTB nacional, CTB RS, Fecosul e do Sintrathur.

Assis Melo , Eremi e Beto, do co-irmão Sindicato dos Metalúrgicos

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias, entidade com a qual o Sindicomerciários nutre uma longa e produtiva parceria de lutas, Assis Melo, que também é presidente da FITMetal e pré-candidato a deputado federal, disse que a história do Sindicomerciários Caxias anda lado a lado com as grandes lutas da história e do sindicalismo. “Estivemos juntos em grandes lutas no decorrer das últimas décadas, como foi o caso da redemocratização, diretas, Emenda 3, reformas do Trabalho e da Previdência, e muitas outras. É exemplo da real função dos sindicatos, lutar pelo direito dos trabalhadores e trabalhadoras. E, em momentos como este, em que sabemos que estamos num período muito complicado, de retrocessos, perdas de direitos, em que a mudança depende da união dos trabalhadores, entidades como o Sindicomerciários são fundamentais, indispensáveis. São a voz na defesa dos trabalhadores. Só podemos parabenizar a todos que estiveram e estão a frente desta entidade nestes 90 anos de lutas e conquistas”.

Emoção deu o tom

O último bloco de falas do ato dos 90 anos teve as falas de dirigentes do Sindicomerciários.

Guiomar Vidor, membro da direção e presidente da Federação dos Comerciários e Comerciárias do RS, Fecosul, e da CTB RS, recuperou momentos marcantes dessa história ao relembrar a virada que o Sindicato deu no início dos anos de 1980 com a frente de oposição, da qual ele e muitos dos presentes fez parte, e que ao vencer a eleição sindical em 1983, tendo uma mulher como presidente, Odete Maria Rodrigues da Silva, inaugurou um novo ciclo de lutas na entidade, classista e combativo, rumo seguido até os dias atuais.

Guiomar Vidor – Presidente CTB-RS e Fecosul

“Faço parte dessa história, com muito orgulho, há quase 40 anos junto de vocês! Desde o início, nós fizemos a luta específica, como a defesa do direito ao descanso nos domingos e feriados, as campanhas salariais e pela Convenção Coletiva, junto com a luta geral da classe trabalhadora, pelas diretas já, pela constituinte, pelo SUS, contra a Alca e o neoliberalismo. Mais recentemente contra o golpe e as reformas trabalhista e da previdência e, hoje, contra os retrocessos desse governo anti-povo e pela mudança que o Brasil precisa”, registrou Vidor, visivelmente emocionado.

Vidor também fez questão de acentuar a unidade que caracteriza o trabalho que vem sendo realizado no Sindicato nas últimas décadas, com uma característica fundamental: o investimento na formação de novas lideranças e presença feminina na direção do Sindicomerciários.

Uma guerreira

Atualmente responsável pelo trabalho da CTB na região da serra, a ex-presidenta por três mandatos e atual vice do Sindicato, Ivanir Perrone, a Iva, certamente é co-responsável pela enorme representatividade de entidades presentes no ato dos 90 anos.

Iva tem sido incansável na construção das relações e do entrosamento entre os sindicatos da região, entidades filiadas a todas as centrais, como a CUT, CSB, Força Sindical, Intersindical e Conlutas, por exemplo.

Ivanir Fátima Perrone – Vice-presidente do Sindicomerciários Caxias

Ao usar a palavra, Iva registrou que o 11 de maio também é o Dia da Mulher Caxiense, data que existe por causa da luta sindical e das mulheres. A data foi instituída em 1984 pela então vereadora Raquel Grazziotin com a participação de lideranças como a de Abigail Pereira e do Sindicomerciários.

Iva também destacou a unidade e as lutas das mulheres na entidade. Emocionada, registrou que “essa história não se constrói sozinha. Ela é parte da luta dos trabalhadores e trabalhadoras. As mulheres sempre estiveram juntas e lutaram bravamente pelas nossas conquistas”.

Um jovem liderando nos 90 anos

Antes do presidente Nilvo Riboldi Filho fazer seu pronunciamento, foi realizada entrega de troféus simbolizando a data aos participantes da mesa do ato e aos ex-presidentes.

Nilvo, com voz embargada, agradeceu a presença de todos e disse estar muito feliz em ser o presidente do Sindicato no momento dos seus 90 anos.

Nilvo Riboldi Filho – Presidente do Sindicomerciários Caxias

O aniversário de 90 anos do Sindicomerciários é uma data importante para Caxias, disse. “Achar uma palavra que possa resumir essas nove décadas não é fácil, porque essa história, que começou no longínquo 11 maio de 1932, é de superação, dificuldades, vitórias e resistência; mas creio que a palavra seja ‘luta’. A luta da categoria e de todos os trabalhadores e trabalhadoras pelos seus direitos, por dignidade e justiça social”, enfatizou.

Nilvo fez homenagem aos jovens que ousaram criar a frente de oposição em 1983. “Eles fizeram o Sindicomerciários se tornar uma referência, reconhecido no estado e no país. O sindicato cresceu na luta e valorizou o patrimônio da categoria, exemplo disso foi a criação da sede campestre em 1995; e o esforço de várias diretorias para a realização do sonho da construção dessa linda nova sede, que é motivo de orgulho para a categoria! E a palavra que melhor define esse trabalho do qual somos parte e sou continuidade é ‘unidade’. É essa unidade que tem oportunizado a renovação, o crescimento de novas lideranças, ao mesmo tempo que valoriza a experiência.”

E finalizou: “me sinto muito honrado de estar presidindo o sindicato nessa data tão importante e que nos emociona a todos. Por isso registramos com letras maiúsculas o nosso agradecimento e homenagem todos e todas que vieram antes de nós, os que iniciaram essa história, como o primeiro presidente, Salvador Sartori. Obrigado a vocês, nossos companheiros e companheiras de luta, que estão aqui comemorando conosco! Obrigado à diretoria e aos funcionários e funcionárias do Sindicato; Parabéns aos comerciários e as comerciárias de Caxias do Sul e região pelos 90 anos da nossa entidade de classe, viva o Sindicomerciários Caxias!”

Ainda dentro da programação do dia, ocorreu uma plenária sindical sobre os desafios da classe trabalhadora no ano de 2022, na parte da tarde.

As comemorações seguem

No próximo dia 31 de maio deverá ocorrer a Sessão Solene na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul em homenagem aos 90 anos; e, com data a definir, deve ser inaugurada uma nova galeria dos presidentes e presidentas da entidade.

A exposição com a história do Sindicato deverá ser levada a diversos lugares durante este ano, como forma de valorizar a trajetória de nove décadas da entidade.

O Sindicomerciários Caxias tem como base de atuação os municípios de Caxias do Sul, São Marcos, Flores da Cunha e Nova Pádua e representa, atualmente, cerca de 20 mil trabalhadores e trabalhadoras.

Texto: Clomar Porto

Fotos: Rodrigo Positivo

Compartilhar:

Conteúdo Relacionado