Vigilantes reelegem diretoria para mais uma gestão

A atual diretoria do Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais foi reeleita, nesta quarta-feira (12), para conduzir a entidade no mandato 2021-25. Encabeçada por Edilson Silva, a Chapa 1 “Vigilantes Unidos na Luta – Experiência para Avançar”, recebeu 99,5% dos votos.

Silva, presidente reeleito, afirmou o compromisso da Chapa 1 com a categoria dos vigilantes. “Tenham certeza de que seguiremos firmes no compromisso intransigente de defender os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras.”

Para Valéria Morato, presidenta da CTB Minas, o resultado é reconhecimento das ações da direção do sindicato. “O trabalho tem sido feito com combatividade e maestria. É um prazer pra nós da CTB ter um sindicato tão combativo nas nossas fileiras”, completou.

Entre as principais bandeiras de luta da diretoria estão a manutenção da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), garantia do emprego, melhoria das condições de trabalho e valorização da categoria.

As eleições foram realizadas nesta terça (10) e quarta-feira (11), na sede do sindicato em Belo Horizonte e por meio de urnas itinerantes, que percorreram locais de trabalho na capital e interior.

Confira a composição da diretoria reeleita:

  • Edilson Silva – Presidente: Nexus
  • José Carlos – Vice-presidente: Anjos da Guarda
  • Romualdo Alves Ribeiro (Ala Segurança)
  • Ronaldo Gomes (Triunfo)
  • Hailton Rosa (Minasguarda)
  • Paulo César (Campseg)
  • Samuel Carlos (Bromo)
  • José Gonçalves (Plantão)
  • Afonso Nonato (Souza Lima)
  • Eduardo Luiz (Esparta)
  • Vitor dos Santos (Verzani & Sandrini)
  • Vera Lúcia (GP)
  • Agnélio Vieira (SegurPro)
  • Ricardo da Silva (Brinks)
  • José Onofre (Fortebanco)
  • Carmine de Jesus (Triunfo)
  • Alexandre Ricardo (TBI)
  • Célio Francisco (Bromo)
  • José Geraldo (Esparta)
  • Joaquim Valdeir (MGSEG)

Com Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Vigilantes de MG

Compartilhar: