Sinpro-PI elege nova diretoria com 96,3% de aprovação

A nova diretoria foi eleita com 96,3% de aprovação

O Sindicato dos Professores e Auxiliares da Administração Escolar do Piauí (Sinpro-PI) realizou suas eleições para o próximo período (2022-2025) na última semana e obteve uma ampla votação da categoria, que garantiu a aprovação da chapa com 96,3% de participação. Esse número expressivo demonstra a força dos professores e auxiliares, e a politização da classe trabalhadora.

O presidente eleito, o professor Jurandir Soares, acredita que o trabalho que o sindicato vem desempenhando nos últimos anos, principalmente durante a pandemia, foi fundamental para esse resultado. Segundo ele, a luta da categoria pela vacina, pelo isolamento social e pela proteção dos professores, alunos e auxiliares e toda a rede escolar foi a marca da resistência neste último período.

Agora o desafio é ampliar a participação dos professores e auxiliares no sindicato e aumentar o número de filiados. Jurandir explica que o fim do imposto sindical e a reforma trabalhista golpearam fortemente o movimento sindical em todo o Brasil, e os sindicatos estão na luta para fortalecer seus recursos a partir da militância e da conscientização da base.

O professor Jurandir Soares foi eleito presidente do Sinpro-Pi para o período 2022-2025

“Todo sindicato precisa executar ações durante o ano inteiro, e com a crise, a reforma trabalhista e o fim do imposto sindical, estamos sem recursos. Nossa única saída é filiar mais pessoas, estamos fazendo muitas ações, trabalhando diariamente, visitando escolas, conversando muito com a base, para aumentar o número de filiados”, explica o professor.

Para Jurandir, há uma aceitação grande do sindicato entre a categoria devido ao bom trabalho realizado, e uma das estratégias para ampliar a participação da base é aumentar o número de convênios e estreitar os laços entre o sindicato e os trabalhadores e trabalhadoras.

“Hoje nós temos um consultório odontológico que é a nossa menina dos olhos aqui no sindicato, porque realiza um atendimento excelente não só para os professores e auxiliares, mas também para as famílias. Temos também um consultório jurídico que atende a categoria. E estamos procurando aumentar os nossos convênios”, garante.

Além disso, outra conquista importante foi o desconto na mensalidade das escolas particulares para filhos e filhas de professores e auxiliares da rede. Segundo ele, no Piauí esse desconto chega a 70% do valor total da mensalidade, o que faz com que os trabalhadores e trabalhadoras tenham condição de manter a formação de qualidade de seus filhos e filhas.

Para Jurandir, além de fortalecer o sindicato, a luta dos professores e auxiliares este ano também passa pela batalha eleitoral que o Brasil vai enfrentar. “Nesse ano eleitoral a gente vê com grande temor o avanço da direita que, como temos visto, somente tira direitos dos trabalhadores”.

Compartilhar: