Nova paralisação dos entregadores em São Paulo

Após primeira greve no início do mês, sindicato dos entregadores realiza audiência conciliatória entre as partes

Entregadores de aplicativos realizam nesta terça-feira, 14, em São Paulo, uma nova paralisação para reivindicar melhores condições de trabalho.

Após a primeira paralisação, em 1° de julho, que envolveu cerca de 4 mil entregadores, o SindimotoSP (Motoboys e Entregadores) pediu ao Tribunal Regional do Trabalho da 2ª região (TRT) uma audiência de conciliação, que foi marcada para esta terça-feira, às 16h.

Os entregadores se reuniram em frente ao sindicato que fica na região do Brooklyn e neste momento vão juntos até o TRT.

A pauta de reivindicações inclui aumento do valor repassado pelas plataformas, por entrega realizada ou por quilômetro rodado, além do fim do sistema de pontuação que é atribuída a eles, depois que um serviço é concluído.

A categoria também pede que empresas como Ifood e Rappi ampliem a segurança dos trabalhadores, firmando contratos de seguros de vida, contra acidentes e contra roubo e furto das motocicletas.

Nos outros estados, os manifestantes também caminharão em direção aos seus respectivos tribunais regionais do trabalho – embora a audiência aconteça apenas em São Paulo.
Fonte: Carta Capital

Compartilhar: