CTB

CTB anuncia Cineclube Sérgio Rubens com filmes sobre a luta de classes

Vem aí o Cineclube “Cinema de Classe” Sérgio Rubens. O projeto da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) deve ser lançado em março e vai divulgar filmes sobre a luta de classes. A Secretaria de Formação e Cultura (SFC) da CTB será a responsável pela programação.

O nome do cineclube homenageia o revolucionário Sérgio Rubens, que morreu em 5 de dezembro. Idealizador do projeto, Sérgio, militante histórico do MR8 (Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR8), presidiu o PPL (Partido Pátria Livre) e era vice-presidente do PCdoB.

Na segunda-feira (24), Eremi Melo, secretária de Formação e Cultura da CTB, e Marcia Machado, secretária-adjunta, debateram o cineclube com dirigentes cetebistas e convidados. A reunião contou com a presença de Javier Alfaya, da Secretaria Nacional de Cultura do PCdoB, e Valério Benfica, da Umes-SP (União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Paulo).

Segundo Valério, o cinema pode ajudar os trabalhadores na disputa por uma nova hegemonia política na sociedade. Javier Alfaya afirmou que o setor cultural deve estar atento às eleições 2022 – e à possibilidade de contribuir para o programa de governo do próximo presidente.

A secretaria definiu uma agenda de iniciativas para este ano. Em 5 de fevereiro, será promovida a Oficina sobre Cineclube, voltada a secretários de Formação das CTBs estaduais e dos movimentos sociais.

O lançamento do Cineblube “Cinema de Classe” deve ocorrer em março, com a temática da mulher. A sessão será híbrida (presencial e virtual). A meta da SFC é realizar uma sessão por mês. Para junho de 2022, está prevista uma Mostra de Curtas com diversas temáticas da classe trabalhadora.

Na reunião da SFC, Maria Pimentel, membro da Diretoria Executiva da CTB, relatou ideias e diretrizes nas quais Sérgio Rubens se baseava para pensar um cineclube para a CTB. Em outubro, Maria havia acompanhado Sérgio em reunião com o presidente e o secretário-geral da CTB, Adilson Araújo e Ronaldo Leite.

Compartilhar: