1º de Maio com Lula, Toffoli, Ciro e FHC é um grande passo na construção da Frente Ampla em Defesa da Democracia

Transmitido pela primeira vez na história via internet e sem multidões nas ruas devido ao isolamento social, o 1º de Maio unificado das centrais sindicais deste ano ficará registrado na história como a primeira iniciativa de grande envergadura para construir uma frente ampla em defesa da democracia brasileira, que sofre séria ameaça sob o governo Bolsonaro,

Deverão ter voz na já secular manifestação dos trabalhadores e trabalhadoras os ex-presidentes Lula e FHC, o presidente do STF, Dias Toffoli, o ex-governador do Ceará Ciro Gomes e outras lideranças de diferentes orientações  políticas e ideológicas.

O objetivo é mesmo dar um passo para a formação de uma frente ampla no Brasil em que a defesa da democracia é a preocupação fundamental. A bandeira do Fora Bolsonaro será agitada com força no ato, que enfatiza a solidariedade de classes no enfrentamento da crise e foi precedido da coleta de alimentos e doações pelos sindicatos para distribuição aos mais pobres e necessitados.   

Compartilhar: