Sidebar

27
Seg, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O secretário do Serviço Público e dos Trabalhadores Públicos da CTB, João Paulo Ribeiro (JP), representou a central, nesta terça-feira (7), em reunião no Congresso Nacional, em Brasília, com lideranças de diversas entidades de Servidores Públicos Federais (SPFs).

A objetivo é mobilizar a categoria e organizar uma plataforma de prioridades para pressionar os parlamentares e garantir reajuste salarial na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2019, que deverá ser votada até o dia 31 deste mês.

"Vamos nos preparando para a guerra em defesa de um orçamento justo e que garanta a manutenção do serviço público e de reajuste salarial", diz JP.

O dirigente explica que a reunião é fruto de uma ampla mobilização com mais de 100 entidades e organizada antes do recesso parlamentar, quando conseguiram barrar retrocessos e obter alguns avanços na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). 

"Após sairmos vitoriosos em algumas lutas, como a derrubada do veto ao reajuste salarial do servidor e do teto de 10% do orçamento para o setor, agora começamos outra etapa, que é a garantia de reajustes salariais na LOA 2019", diz JP.

Ainda nesta terça-feira (7), os servidores irão definir uma plataforma em torno de três eixos, que unificam toda a categoria: a revogação da Emenda Constitucional 95, da reforma trabalhista e da lei da terceirização.  

"Estes três principais eixos nos impedem de qualquer movimentação pela sobrevivência do serviço público e do trabalhador do serviço público", diz o dirigente. 

Na quarta-feira (8), as entidades se reunirão com líderes partidários do campo progressista para articular a agenda da área para tentar avançar e evitar mais retrocessos.

"E nessa celeuma toda, vamos tirar uma palataforma com alguns itens prioritários para circular entre os eleitores. Não adianta pressionar e depois votarmos em candidatos que sejam o retrocesso novamente. Deputados que não estiveram ao lado dos trabalhadores não terão votos dos servidores".

Portal CTB

 

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.