Sidebar

24
Seg, Jun

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Federação dos Trabalhadores em Agricultura do Rio Grande do Sul (Fetag-RS) promoverá nesta terça-feira (31) a 22ª edição do Grito da Terra Brasil em Porto Alegre. Mais de três mil pessoas foram confirmadas pelas 23 Regionais Sindicais da Federação, que englobam 350 Sindicatos dos Trabalhadores Rurais e suas extensões de base, e devem chegar à Capital nas primeiras horas da manhã com desembarque dos ônibus nas imediações do Centro Administrativo do Estado. Às 8h está prevista uma assembleia, quando serão decididas as ações ao longo do dia, tais como manifestações, caminhadas e místicas. O encerramento deve ocorrer por volta das 15h, na Praça da Matriz, defronte o Palácio Piratini, onde o governador do estado, José Ivo Sartori, promete dar respostas à pauta da agricultura familiar.

O Grito da Terra Brasil no RS tem como lema Para nossa permanência no meio rural: Terra, Saúde, Educação e Previdência Social. As reivindicações foram entregues no dia 19 de maio ao governador. Na ocasião, o presidente da Fetag, Carlos Joel da Silva, disse a Sartori que neste ano o Grito será diferente o pleito se  concentrou em cinco secretarias: Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi); Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR); Meio Ambiente (Sema), Saúde e Educação.

No dia 23 houve audiência na Secretaria da Fazenda para tratar sobre Nota Fiscal Eletrônica. No dia seguinte estiveram na sede da Fetag para negociar a pauta o secretário Ernani Polo, da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), a secretária do Meio Ambiente, Ana Pelini, e pela Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Dionatan Tavares, diretor do Departamento de Agricultura Familiar, que representou o secretário Tarcísio Minetto, que esteve em Brasília.

E nesta segunda (30 – foto) aconteceu uma reunião no Palácio Piratini com a direção e coordenadores regionais da Fetag e os secretários de Estado diretamente envolvidos na pauta. Joel avaliou o encontro como proveitoso, com avanços em alguns pontos, embora não quisesse adiantá-los, espera que amanhã eles sejam respondidos. “A tendência das respostas é favorável”, projeta o dirigente.

Fonte: Fetag-RS

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Conferência Nacional

banner cndr 2015

Últimas notícias rurais