Sidebar

24
Seg, Jun

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Fetag-RS ()Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul), juntamente com a Macrorregional Missões Fronteira Noroeste, realiza amanhã (7) o 5º Grito de Alerta em São Luiz Gonzaga, distante 525km de Porto Alegre. Com foco no combate à corrupção, que assola o País, bem como na busca por políticas públicas para melhorar a qualidade de vida do agricultor familiar, o Grito está consolidado no calendário do movimento sindical. “Ele é considerado como o abre-alas do Grito da Terra Brasil e do estadual, muitas vezes adiantando algumas das pautas dessas mobilizações, entre elas a da habitação rural”, exemplifica o presidente da Fetag-RS, Carlos Joel da Silva. O comércio e outras entidades deverão fechar suas portas entre 10h30min e 11h30min em apoio aos agricultores.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Luiz Gonzaga, Geovani Luiz Hoff, anfitrião do evento, lembra que desde sua primeira edição, em seu município, o Grito de Alerta tem mantido grande participação de público, nunca inferior a cinco mil. “Para esse ano a nossa expectativa é de superar aquela marca e atingir sete mil pessoas. Trabalhamos a conscientização da sociedade para o grave problema que enfrentamos com o esvaziamento do meio rural com o êxodo. Visitamos escolas, Associações Comerciais, prefeitura, Câmara de Vereadores, universidades e relatamos a preocupação das pessoas indo embora e com isso enfraquecendo a região. Queremos resgatar a essência do 1º Grito de Alerta, que ocorreu em 2011”, justifica.

Já o coordenador da Macro Regional Missões II, Agnaldo Barcelos da Silva, presidente do STR de Santo Antônio das Missões e Garruchos, também 2º secretário da Fetag, destaca que a pauta deste 5º Grito de Alerta foi construída a partir de conversas com os agricultores e a comunidade em geral. Neste contexto, o grande debate desse ano, assegura o dirigente, não poderia ser outro senão a corrupção, que preocupa a sociedade como um todo. “Estamos bastante motivados; o agricultor tem ido ao sindicato inscrever-se para integrar as comitivas e a nossa perspectiva é de grande mobilização junto com as demais regionais, consolidando o Grito de Alerta como uma ferramenta importante de luta dos agricultores na busca de conquistas para a categoria”, finaliza.

PROGRAMAÇÃO

9h - Concentração na Praça do Fórum
9h30min - Abertura
10h - Ato em frente ao Fórum e Ministério Público
10h30min - Início da caminhada (1,8km) até a Praça da Matriz
11h30min - Chegada na praça, em frente à CEF (audiência simultânea em Brasília com equipe de negociação da Macro, Coohaf , Fetag e Contag)
12h – Almoço
13h - Retomada das atividades com enterro simbólico da corrupção
13h30min - Caminhada até o trevo da BR 285 (1,5km)
14h30min - Ato no trevo
15h - Encerramento.

Fonte: Fetag-RS

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Conferência Nacional

banner cndr 2015

Últimas notícias rurais