Sidebar

17
Seg, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

As centrais sindicais se reúnem na manhã desta quarta-feira (7), na sede do Dieese, para organizar o dia 20 de junho, dia de mobilização nacional para construção da GREVE GERAL, que ocorrerá dia 30 de junho.

As centrais esperam fazer uma grande panfletagem e agitação com carro de som para conscientizar a população da luta da Classe Trabalhadora e do que está em jogo caso as propostas de reformas previdenciária, que tramita na Câmara dos Deputados, e trabalhista, que tramita no Senado.

A unidade foi o tom da reunião é os dirigentes presentes reiteraram seu empenho para construir uma greve ainda maior que a realizada dia 28 de abril, que unificou mais de 40 milhões de trabalhadores e trabalhadoras contra as reformas de Temer.

"A CTB Nacional reafirma a convocação geral de toda a sua base. Em São Paulo, vamos organizar nossa base e ocupar as ruas dia 20 de junho e construir uma grande greve geral dia 30 de junho", reafirmou Onofre Gonçalves, presidente da CTB/SP, ao lembrar que a unidade e resistência será fundamental na atual quadra.

A operativa das centrais definiu a elaboração de material unificado e de ações conjuntas nas redes e nas ruas para ampliar a mobilização e construção da greve geral. 

Agenda:

Dia 20 de junho

- Panfletagens unificadas nas estações do Metrô e Terminais de Ônibus;

- Realização de assembleias nas bases e locais de trabalho;

- Agitação nos bairros com carro de som para denunciar a retirada dos direitos;

- Atos em todos os aeroportos e nas bases dos Senadores e Deputados para pressionar contra as reformas;

São Paulo

Manhã

- Caminhada pelas ruas do centro de São Paulo, concentração às 10h30, na Praça da Sé;

Tarde

- Arraial Contra as Reformas - local a confirmar;

Joanne Mota - Portal CTB

0
0
0
s2sdefault