Sidebar

17
Seg, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Entre os dias 28 de agosto e 1º de setembro os (as) metroviários (as) de São Paulo terão a oportunidade de eleger a nova diretoria do Sindicato para a gestão 2016/2019. Formada pela CTB, CUT e Consulta Popular, a "Chapa 2 - da Reconstrução" disputa o pleito. 

Oposição à atual diretoria da entidade, a Chapa de Reconstrução promete retomar o trabalho de fortalecimento do Sindicato e lutar pelo retorno dos direitos perdidos ao longo das últimas duas gestões. “Sabemos o valor de nossa história, que nos garantiu acordos salariais que serviram de referência para outras categoriais. Contudo, nas duas últimas gestões, diante da postura da atual diretoria, a categoria tem visto essas conquistas se perderem ao longo das campanhas salariais”, afirma o candidato Flávio Godoi, ex-presidente do Sindicato.

Godoi ressalta que a Chapa é composta por novos metroviários e dirigentes com uma trajetória reconhecida. “Reunimos metroviários novos, com muita garra e determinação; e experientes, que já fizeram parte da direção do sindicato e são responsáveis por conquistas históricas da categoria. Com essa composição, a Chapa da Reconstrução alia a disposição de retomar a luta da categoria, com a experiência para garantir novas conquistas”, destaca.

Durante os cinco dias, mais de 80 urnas rodarão as áreas para coletar os votos. A partir deste ano, a diretoria será colegiada. A Coordenação Executiva será composta por três coordenadores-gerais, três coordenadores de Finanças e mais 13 coordenações específicas.

Cinco chapas participam da disputa. No entanto, as chapas 1, 3 e 5 são formadas por integrantes da atual diretoria. De acordo com denúncias, "uma manobra utilizada pelos membros da direção do Sindicato para iludir a categoria".

Clique AQUI para acessar a página da Chapa 2 no Facebook e conhecer os (as) candidatos (as) e suas propostas.

1 chapa reconstrucao

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.