Sidebar

17
Seg, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Diretoria do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro deliberou pelo apoio incondicional ao movimento nacional de paralisação contra as reformas trabalhista e da Previdência, e pelo restabelecimento do estado de direito no país.

A Diretoria do Sindicato considera que o governo ilegítimo de Michel Temer, apoiado em um congresso servil e acovardado, tem procurado destruir os avanços sociais obtidos com a Constituição de 1988, implementando uma agenda neoliberal e socialmente injusta, que não tem apoio da população.

A precarização do trabalho em saúde, o congelamento por 20 anos dos gastos com saúde e educação, o desmonte da Previdência, a desnacionalização da economia, somados ao desemprego e estagnação econômica, criam um ambiente de caos e insegurança para toda a população.

O sindicato recomenda aos médicos que discutam em seus locais de trabalho, tanto nos serviços públicos como na rede particular, as formas de organização para expressarem com veemência, no dia 28 de abril, seu apoio à luta da população brasileira pelos direitos sociais e a democracia.

Rio de Janeiro, 26 de abril de 2017, diretoria do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro.

Do SINMEDRJ

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.