Sidebar

26
Qua, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A amanhã do sábado (9) foi da mulher trabalhadora da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, seção Espírito Santo (CTB-ES). “Fizemos o lançamento da Mulher de Classe no estado porque este é o momento para as mulheres avançarem em suas conquistas”, diz Érika Piteres, secretária da Mulher Trabalhadora da CTB-ES. Ela cita a vereadora Marielle Franco como exemplo de "resistência à opressão machista". Marielle é capa dessa edição da Mulher de Classe.

Ela explica que ocorreu encontro da direção da Federação Estadual dos Trabalhadores em Estabelecimentos Privados de Ensino do Estado do Espírito Santo (Fetraee-ES) para os encaminhamentos da agenda de lutas deste ano e “aproveitamos para lançar a nossa revista que foi muito bem recebida porque seu conteúdo está muito bom”, afirma.

De acordo com Piteres, “as capixabas estão muito atuantes para fazer desta eleição um marco histórico na ampliação do número de mulheres na representação política”. Ela acredita ser essencial “mais mulheres na política para barrar os retrocessos que estão ocorrendo no país depois do golpe de Estado de 2016”.

A secretária da Mulher Trabalhadora da CTB nacional, Celina Arêas se diz muito feliz com o lançamento da Mulher de Classe no Espírito Santo. “É fundamental que todas as estaduais façam o lançamento da nossa revista para empoderarmos as nossas campanhas”.

Arêas argumenta que as mulheres vêm se destacando em todas as frentes de resistência  ao golpe e aos retrocessos. “Continuaremos firmes para construirmos uma nova realidade, na qual tenhamos nossa dignidade e nossos direitos respeitados”. Para ela, “só conquista quem luta e nós vamos até o fim para acabar com a discriminação e a violência”.

Marcos Aurélio Ruy - Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.