Sidebar

26
Qua, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Membros de movimentos sociais e centrais sindicais em Boa Vista se uniram à Frente Brasil Popular na tarde de sexta-feira, 18, para pedir democracia e dizer não ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Segundo a organização, cerca de três mil pessoas participaram da carreata que iniciou no bairro Airton Rocha, onde fica localizado o Conjunto Pérolas, que faz parte projeto Minha Casa, Minha Vida, entregue pela presidenta em 2015, quando veio à Roraima.

Carros e motos ao som de buzinas, com cartazes e faixas percorreram as principais ruas e avenidas de quase dez bairros da zona oeste da capital de Roraima por mais de três horas. O encerramento da manifestação apoiando a presidente Dilma e o ex presidente Lula foi na praça do Centro Cívico, centro da Capital às 18h00 com o pronunciamento das entidades presentes ligadas à Frente Brasil Popular, que comanda o movimento contra o golpe.

Para a representante da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) em Roraima, Marlene Gomes, a manifestação foi pacífica e muito representativa. "Nós estamos acompanhando a ameaça de um golpe, organizado pelo grupo de direita, com o apoio da grande mídia, que não aceita a derrota nas urnas. Por isso viemos às ruas defender a democracia e a transparência na investigação da operação Lava Jato e que a justiça seja igual para todos. Nós estamos lutando para a manutenção de direitos garantidos. Com um golpe nós tememos perder direitos conquistados para a classe trabalhadora", destacou Marlene.

A próxima manifestação da está marcada para o dia 31 de março.

Por Felipe Medeiros

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.