Sidebar

26
Qua, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

São 10 mil pessoas que caminham por Porto Velho, capital de Rondônia, contra as reformas trabalhista e previdenciária de Michel Temer. O ato saiu partir de três diferentes concentrações: a primeira, em frente à sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação; a segunda, em frente ao Sindicato dos Urbanitários; e a terceira, em frente ao Sindicato dos Bancários. Elas se encontraram na Av. 7 de Setembro, de onde seguem para a Praça das Três Caixas D’Água, onde será realizado um protesto em discurso.

O presidente da CTB-RO, Francisco "Pantera" Batista, acompanha a atividade e é uma das lideranças. "Nós estivemos na organização disso aqui, e considero que a CTB recuperou o protagonismo neste processo", avaliou. As categorias que fazem a ponta de lança desse movimento são a de servidores da educação pública do estado, a de servidores públicos federais e o Fórum de Defesa dos Direitos do Trabalhador, que seguem as orientações da Frente Brasil Popular. No total, mais de 30 sindicatos participarão das mobilizações, filiados a 3 centrais sindicais (CTB, CUT, CSB).

Além de Porto Velho, há atos confirmados em Ji-Paraná, Ariquemes, Jaru, Ouro Preto do Oeste, Vilhena e Cacoal.

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.