Sidebar

19
Sex, Jul

Sindicato dos Metroviários de São Paulo

  • A Banda do Trem Elétrico, bloco de Carnaval do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, elege neste sábado (3), às 17h, a rainha e as princesas para o desfile do bloco na sexta-feira (9), com concentração perto da estação de metrô Consolação, na rua Augusta. “Lugar de mulher é onde ela quiser”, é o tema do desfile deste ano.

    “O bloco nasceu com o objetivo de levar entretenimento com informação através de uma mensagem lúdica”, diz Flávio Montesinos Godoi, presidente do bloco dos metroviários.

    Já a escolha “da corte já é tradicional, porque reúne passistas das principais escolas de samba paulistanas. Meninas que nasceram na comunidade e dedicam a sua vida ao samba e à dança”. Para ele, “Carnaval é movimento, é debate, é resistência. Fatos políticos transformam-se em alegorias e adereços”. A eleição acontece na sede do Sindicato dos Eletricitários de São Paulo (rua Thomaz Gonzaga, 50, Liberdade)

    O sindicalista acredita na força da festa mais popular do país para renovar os ânimos. “Temos enfrentado muitos ataques ao longo dos últimos 2 anos e o Carnaval, além de ser um momento de resistência, é a oportunidade para recarregarmos as baterias e intensificar a nossa luta”.

    Com distribuição gratuita de camiseta e brindes, a concentração do desfile começa às 18h30, na rua Augusta esquina com a rua Matias Aires, e de lá segue rumo à Consolação, finalizando na Praça Ramos, em frente ao Teatro Municipal.

    banda trem eletrico carnaval sem assedio

    Fundado no dia 6 de fevereiro de 1984 por metroviários e amigos, o bloco é filiado à Associação de Bandas Carnavalescas de São Paulo (ABASP) e todos os anos leva milhares de foliões às ruas, renovando o Carnaval de Rua da maior cidade do país.

    Confira a programação e participe:

    Escolha da rainha e princesas da Banda do Trem Elétrico

    Sábado (3), às 17h, no auditório do Sindicato dos Eletricitários de SP (rua Tomás Gonzaga, 50, Liberdade).

    Desfile da Banda do Trem Elétrico

    Sexta-feira (9), concentração a partir das 18h30, na rua Augusta esquina com a Matias Aires (estação de metrô Consolação).

    Portal CTB com informações da assessoria da Banda do Term Elétrico

  • Nivaldo Santana, secretário de Relações Internacionais da CTB, participou na manhã desta terça-feira (6), de um debate sobre a conjuntura nacional em reunião ampliada da diretoria do Sindicato dos Metroviários de São Paulo.

    Além da diretoria dos Metroviários e de Santana, participaram do debate, Sílvia Ferraro, representando a Frente Povo Sem Medo e Atenágoras Lopes, da CSP-Conlutas.

    Santana enfatizou a necessidade de organização de uma Frente Ampla com “todas as forças democráticas para defender o Brasil do desmonte que se anuncia no Estado”. O sindicalista afirmou ainda que é essencial “lutar pela democracia e pelos direitos da classe trabalhadora”.

    Santana reforçou também  a urgência de mobilização de todas as forças populares e democráticas contra a reforma da previdência, que o futuro presidente Jair Bolsonaro pressiona a aprovação, antes mesmo de assumir. Porque a reforma acaba com a Previdência pública e piorará a aposentadoria de todas e todos.

    Portal CTB

  • Blocos de Carnaval de São Paulo convidam para suas festas deste fim de semana. A Banda do Trem Elétrico, do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, esquenta os tamborins com a roda de samba com o grupo Bororó.

    trem eletrico metroviarios

     

    A festa da banda começa às 20h e vai até o sol raiar, na sede do sindicato, na rua Serra do Japi, 31, no Tatuapé, zona leste da capital.

    Tô no Vermelho

    to no vermelho ensaio

    Já o bloco Tô no Vermelho cai na folia do seu ensaio neste sábado (20), a partir das 16h30, na Praça Dom José Gaspar, no Boteco Dom José, no centro da maior metrópole do país. A organização do bloco promete muito samba e alegria. Participe!

    Portal CTB

     

  • Diante da ameaça de privatização, com o avanço da terceirização e da precarização e dos vários ataques aos metroviários, a categoria reunida em assembleia nesta quinta (17) aprovou estado de greve e a convocação de paralisação no dia 5 de fevereiro.

    De acordo com informações do Sindicato, no dia 4 de fevereiro haverá nova assembleia para organização da luta. Conheça o plano de lutas aprovado:

    – Iniciar a Campanha Salarial, já!
    – Contra a privatização e a terceirização das bilheteiras, pela manutenção da Periculosidade, da escala-base e da equiparação
    – Repúdio à punição ao coordenador-geral do Sindicato, Alex Fernandes. Metrô cerceou a liberdade de expressão do companheiro.

    JANEIRO


    – 21/1, a partir das 10h, ato em defesa da Justiça do Trabalho, em frente ao Fórum Trabalhista Ruy Barbosa (Barra Funda)
    – 22/1: Mutirão na Linha 3
    Ato do CCV e da Pintura, a partir das 9h, na Sé, com caminhada até Cidade II
    – 23/1: Mutirão nas Linhas 2 e 15
    – 24/1: Mutirão na Linha 1
    – 29/1: Reunião no Sindicato em dois horários (10h30 e 17h) para discutir retaliações contra funcionários que têm ação de intrajornada
    – 31/1: Ato Unificado na estação Sé a partir das 17h

    FEVEREIRO

    – 2/2: Assembleia Popular do Movimento Metrô Brasilândia Já, a partir das 15h, na Escola Estadual João Solimeo (Estrada do Sabão, 1497)
    – 4/2: Assembleia, às 18h30, no Sindicato
    – 5/2: Greve
    – 16/2: Reunião no Sindicato, com várias categorias do funcionalismo, para tentar unificação da Campanha Salarial
    – 22/2: Plenária das Centrais Sindicais, em local e horário ainda a serem definidos
    – Todas as setoriais do Tráfego e da Manutenção estão mantidas

    Portal CTB

  • Nesta quinta (13) o Sindicato dos Metroviários de São Paulo realiza assembleia para reforçar a mobilização e dar continuidade as lutas da categoria. 

    A assembleia também irá discutir e aprovar a atualização da Pauta de Reivindicações dos metroviários da Linha 5-Lilás. A ViaMobilidade realizou uma reunião com o Sindicato e seus representantes afirmaram que estão dispostos a negociar o Acordo Coletivo. Convocamos todos os metroviários da ViaMobilidade a participar da assembleia.

    Pauta:

    1ª) 18h30 – Pauta: previsão orçamentária.

    2ª) 19h – Pauta: Atualização da Pauta de Reivindicações dos metroviários da Linha 5, defesa da escala 4x2x4 e do Acordo Coletivo, devolução da contribuição aos demitidos, luta contra a privatização e a terceirização, condições de trabalho precárias na L-15 e outros.

    Fonte: Sindicato dos Metroviários

  • Em reunião na tarde desta quarta (12), a direção do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, a Comissão de Trabalhadores do CCV com o secretário de Planejamento do Governo do Estado, Maurício Juvenal, chegaram a um acordo e o governo sinalizou que irá cumprir com o compromisso assumido na campanha salarial 2018. 

    "O Secretário nos informou que depois de analisados todos os aspectos legais, o governo entende que justifica o atendimento do pleito que envolve as pendências da campanha salarial, referente ao enquadramento salarial dos Oficiais de Instalação e Técnicos de Segurança no Trabalho", informou o coordenador geral do Sindicato, Wagner Fajardo.

    O dirigente agradeceu a mobilização e resistência do conjunto da base em amis essa luta: "Parabéns as companheiras e companheiros do CCV que acreditaram na luta e participaram de todas etapas dessa longa campanha".

    CTB São Paulo